quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Equipe e comunicação



Já parou para pensar na qualidade da comunicação de sua equipe? Sabemos que a construção de uma equipe eficaz começa na seleção dos membros mas isto é apenas o começo.

Uma vez que o grupo esteja reunido, é preciso fazer com que passem a confiar, conhecer, agregar e interagir uns com os outros e só então serão de fato uma equipe. Esta tarefa não é fácil para o líder ou gestor mas é um desafio que vale a pena. O resultado é qualidade, crescimento e produtividade.

A equipe precisa aprender a se comunicar de forma eficiente descobrindo e entendendo seu próprio ritmo, respeitando as diferenças entre os membros, percebendo os diferentes talentos e eliminando preconceitos. É um processo que requer dedicação, comprometimento e estímulo a novas ideias que precisam ser discutidas e, sendo viáveis, aprimoradas e implantadas.

O gestor tem um papel muito importante em tudo isto. Precisa direcionar as tarefas de cada membro explorando seu talento, estimular a cooperação e o feedback, ter um comportamento assertivo e gerenciar os conflitos que certamente surgirão em função de diferentes personalidades, opiniões e crenças .

Uma armadilha comum é o gestor deixar de monitorar os processos quando percebe que a equipe está independente. Resistir a esta tentação significa não se surpreender com desajuste de foco e objetivos que precisam estar sempre claros para garantir que as pessoas direcionem seus esforços na mesma direção.

As pessoas em geral sentem-se mais seguras e confiantes quando estão bem informadas e no ambiente de trabalho não é diferente. A interdependência exige transparência. A comunicação dissemina a informação, dilata a tolerância, estimula a criatividade, auxilia na construção da confiança, é fundamental a transparência, aumenta a produtividade, otimiza a qualidade e traz significativas melhoras ao ambiente de trabalho.